Certificado digital: validade, tipos e outras dúvidas

Principais certificados digitais

Uma das grandes vantagens do certificado digital é sua praticidade, pois é um arquivo digital e permite transações online. Além disso, ele é validado por uma autoridade de certificação (entidade integrante da ICP-Brasil, como Serasa e Certisign), o que faz com que a identidade do portador seja criptografada e acessada somente por softwares especializados. Os certificados podem ser divididos em tipos, dependendo da forma como serão usados.


Certificado tipo A1:

O certificado tipo A1, por exemplo, é armazenado no computador e possui validade de um ano. A principal diferença entre os certificados A1 e A3(que veremos abaixo) é a geração e o armazenamento das chaves criptográficas (arquivo digital, token ou cartão).


Certificado tipo A3:

Esse certificado fica disponível em token ou cartão, pode ser utilizado em qualquer computador, com validade de 1 a 3 anos. Ele é necessário para a realização do SPED e Escrituração Contábil Digital (ECF), por exemplo.


e-CPF, emitido e armazenado no formato A1 ou A3

O e-CPF é a versão eletrônica do CPF. Esse documento digital garante a autenticidade das transações eletrônicas de pessoas físicas.

O e-CPF torna possível o acesso a um número cada vez mais maior de serviços em instituições públicas e privadas. O e-CPF usa criptografia de dados, o que oferece segurança em suas transações eletrônicas e garante o sigilo e a integridade dos dados.


e-CNPJ, emitido e armazenado no formato A1 ou A3

O e-CNPJ é a versão em formato eletrônico do CNPJ e garante a integridade e a autenticidade das transações de pessoas jurídicas em meio eletrônico.

Com o e-CNPJ é possível a empresa fazer procurações e ter acesso ampliado no site da Receita Federal. Todo certificado digital brasileiro é um documento intransferível e para uso exclusivo do seu titular. Ele pode ser usado junto a Secretaria da Fazenda (Sefaz), para realizar a consulta e armazenamento de NFes.

Quem está obrigado?

Segundo a Instrução Normativa RFB nº 1.036, de 1º de junho de 2010, que dispõe sobre os prazos de obrigatoriedade de apresentação de declarações e demonstrativos com certificação digital e outros assuntos, todas as pessoas jurídicas estão obrigadas a utilizar certificado digital válido, para a apresentação de declarações e de demonstrativos de fatos geradores anteriores à Receita Federal, com exceção daquelas optantes pelo regime fiscal do Simples Nacional.

Quanto às pessoas físicas, a utilização do certificado digital (e-CPF) junto à Receita ainda não é obrigatória.

O interessado na obtenção de um certificado digital e-CPF ou e-CNPJ deverá escolher uma das autoridades certificadoras habilitadas para o preenchimento e envio da solicitação de certificado.


Validade, revogação e inutilização do certificado digital

O pedido de renovação de um de qualquer certificado precisa ser feito dentro do seu prazo de validade.

Já a solicitação de revogação implicará na sua invalidação e não possibilidade de uso a partir do requerimento.

Sobre os casos de inutilização, é definido que, o certificado tipo A3 será inutilizado quando houver três tentativas incorretas de digitação do PIN, seguido de três tentativas incorretas de digitação do PUK. Assim como o esquecimento do PIN e do PUK, perda do cartão inteligente ou formatação do cartão inteligente, além do apagamento da chave privada.

O certificado tipo A1 também pode ser inutilizado, caso aconteça o apagamento da chave primária ou a formatação do disco rígido.

Principais dúvidas sobre a utilização do certificado digital junto as Notas Fiscais eletrônicas


1. O mesmo certificado digital vale para a emissão de NFes da minha empresa e filiais?

Caso a empresa possua filiais que vão emitir Notas Fiscais eletrônicas, o mesmo certificado digital utilizado pela matriz pode ser utilizado para assinar as NFes das filiais.


2. É possível utilizar o e-CPF para emissão de NFe?

A Nota Fiscal eletrônica (NFe) só pode ser assinada por pessoa jurídica, assim o e-CPF não pode fazer a emissão desse documento.


3. Nota fiscal eletrônica (NFe) tem validade jurídica?

Sim, esse documento fiscal tem sua validade jurídica garantida pela assinatura digital, possibilitando conhecer a autoria e a integridade das informações prestadas.




Fonte:https://arquivei.com.br/blog/certificado-digital-validade-tipos-duvidas/?utm_campaign=newsletter_49_-_2019_-_sobre_certificado_digital&utm_medium=email&utm_source=RD+Station


Precisa emitir um certificado? Não perca tempo!




19 visualizações

Contato

R. Balata, 36 
Jardim Guairacá, São Paulo
 SP 03244 - 130 
​​​​​​​CRC 2 SP 023752/0-7 

Horário de funcionamento :  
segunda a sexta feira

​​​​​​​ 08:30 às 18h00

Nas grandes batalhas da vida, o

primeiro passo para a vitória é o

desejo de vencer.

Menu

Faça sua inscrição na nossa newsletter
Versão 2020.06.02

Telefone : (11) 2116 - 5328  (11) 2116 - 5392  (11) 2918 - 0813 Celular e WhatsApp: (11) 99248 - 7262